Douglas Wires, nasceu em 1971, é casado e mora atualmente no Rio de Janeiro, atuando no mercado de turismo desde 1995. Fluente em inglês, é emissor Amadeus e Sabre de passagens aéreas nacionais e internacionais. Trabalhou em empresas como: VARIG, OCEANAIR e CARLSON WAGONLIT, adquirindo sólidos conhecimentos e experiência em cálculos de tarifas aéreas, supervisão de reservas e negociação de serviços de viagens.

O QUE FAZER PARA TER UM SITE IGUAL AO DA DECOLAR.COM

Para quem deseja ter um site para concorrer com o DECOLAR.COM, SUBMARINO VIAGENS.COM.BR e tantos outros que existem na web, saiba o seguinte:
  • Para usar essa ferramenta é preciso ter registro IATA. Esse registro exige que a agência de viagens tenha um capital social de no mínimo R$ 50 mil.
  • É necessário ter um GDS (Amadeus ou Sabre), pois é o software que trabalha em conjunto com essas ferramentas web. A mensalidade de um GDS não fica por menos de R$ 150 e a linguagem de programação usada para fazer a comunicação entre o GDS e o site da agência é a XML. Você pode obter uma orientação do passo a passo de como fazer essa instalação no site da agência de viagens enviando um email para fabio.rios@sabre.com;irma.mavroides@sabre.com detalhando a sua dúvida e o que você precisa para o SABRE, que é atualmente o GDS mais prático e fácil para trabalhar com ferramentas web.
  • É necessário ter contratos com as cias aéreas para ter autorização de emissão de passagem aérea e ainda poder ser comissionado.
  • É necessário ter dois  ou mais funcionários contratados para fazer o atendimento telefônico dos clientes que compraram as passagens pela web e que agora desejam reemitir o bilhete (alterar a data), pois isso não é possível fazer online. O salário de um emissor de passagens aéreas no Rio de Janeiro varia de R$ 1500 a R$ 2500 + benefícios.
  • E por fim... Sua empresa precisa ter CNPJ para atuar legalmente. 
A ferramenta de reserva e emissão MySky, pode ser utilizada tanto para ser integrada no site da agência de viagens quanto como um portal de reserva e emissão, muito utilizado no mercado corporativo como forma de agilizar o grande volume de emissões de passagens aéreas.


O vídeo abaixo mostra uma ferramenta parecida com a da MySky. Desenvolvido pela SENIOR SYSTEMS, além de fazer reservas e emissão de passagens aéreas, essas ferramentas online geram relatório de vendas.


A facilidade é enorme e encanta qualquer empreendedor a sonhar de que pode utilizar essas ferramentas de vendas online como uma renda extra para vender enquanto dorme ou quando está trabalhando no  emprego atual.  Mas a realidade é outra... Nenhuma ferramenta no turismo é 100% online. Por trás dela é necessário ter funcionários resolvendo problemas de viagens de passageiros e corrigindo erros frequentes de links que indisponibilizam a exibição de cotação de vôos de algumas cias aéreas (GOL, WEBJET, TRIP, etc).

Ainda sim, compensa ter uma dessas ferramentas de self-booking. Entretanto, o alto custo da sua implantação obriga o empreendedor a buscar alternativas mais baratas até ter certeza de que sua agência  terá condições financeiras de arcar com novos custos operacionais. Então, a alternativa mais barata para ter um portal de reserva de vôos similar ao da DECOLAR.COM, é cadastrando o CNPJ da sua agência de viagens com as grandes operadoras do mercado: FLYTUR (essa disponibiliza inclusive franquias), ADVANCE, GAPNET e TREND OPERADORA. Essas operadoras disponibilizam para os seus clientes (agências de viagens que não têm IATA) ferramenta de reserva de vôos.

No vídeo abaixo você ver um exemplo do portal da TREND OPERADORA, que  pode ser inserido no site da uma agência de viagens a partir do momento que ela contrate um bom webdesingner e programador para fazer isso.



Ou seja, pode-se ver as opções de vôos e reservá-los, mas quem emite são os emissores dessas operadoras. De um modo geral, é prático e os custos com funcionários caem para a metade, pois quando utiliza-se os serviços de emissão de uma operadora de viagens, são os seus funcionários que darão a assistência especializada que a pequena agência precisa para fechar a venda com o seu cliente. Isso significa dizer, que o empreendedor não precisa contratar um emissor experiente, e sim um vendedor com conhecimento de viagens (estudantes de faculdade de turismo) que sejam comissionados pelas vendas tendo um salário de R$ 800 + 4% comissão + benefícios.

Postar um comentário

CADASTRE SEU EMAIL E SEJA AVISADO SOBRE NOVAS POSTAGENS 

ÍNDICE DO BLOG