Douglas Wires, nasceu em 1971, é casado e mora atualmente no Rio de Janeiro, atuando no mercado de turismo desde 1995. Fluente em inglês, é emissor Amadeus e Sabre de passagens aéreas nacionais e internacionais. Trabalhou em empresas como: VARIG, OCEANAIR e CARLSON WAGONLIT, adquirindo sólidos conhecimentos e experiência em cálculos de tarifas aéreas, supervisão de reservas e negociação de serviços de viagens.

COMO FAZER vMCO DE REEMBOLSO NO SABRE

OvMCO de crédito é necessário toda vez que se fizer uma reemissão com downgrade que gera devolução (troco) da diferença de tarifa para o pagador. A emissão do vMCO no SABRE é aplicada apenas para empresas que utilizam o sistema de Direct Ticketing (ex: TAM).

Por falta de conhecimento e experiência, a maioria dos consultores de viagens  do setor corporativo desconhecem essa funcionalidade, o que prejudica as empresas atendidas por sua agência em perdas significativas de dinheiro. Por outro lado, os próprios funcionários das empresas que utilizam serviços de viagens não contestam a devolução dessa diferença de tarifa gerada numa reemissão com valor menor do que a tarifa do bilhete original, o que facilita em muito os maus profissionais a continuarem prestando uma má consultoria.

O tutorial a seguir é a primeira parte do início do processo de reembolso. O tutorial completo, com entradas de transmissão e suas descrições, está disponível nesse link: https://docs.google.com/file/d/0B63unFoxH0uVOXA0NVk2YllvMFk/edit

ASSISTA ESSE VÍDEO QUE MOSTRA NA PRÁTICA COMO É FEITO O vMCO

Para iniciar a primeira parte do processo do vMCO é preciso fazer antes a reemissão do TKT, pois nessa etapa é que se saberá o valor a ser reembolsado. Feito isso, com o PNR aberto, siga os passos a seguir:

TRANSMITA NO SABRE: MISC7 

TELA 1 - PREENCHA OS CAMPOS DESTACADOS

 TELA 2 - PREENCHA OS CAMPOS DESTACADOS


TELA 3 - PREENCHA OS CAMPOS DESTACADOS

FINAL

Após a emissão do vMCO, identificado na tela acima com o número do documento 957-2704012132, o consultor de viagem deve contabilizá-lo no back office da agência e depois encaminhar os dados dessa emissão para o departamento de reembolso da agência de viagem para que esse processo seja finalizado (segunda parte não mencionada nesse tutorial).

Com relação ao MCO de crédito para reembolso de reemissões com downdrage  de cias aérea que não são Direct Ticketing (ex: AF, LH, TP, BA, AA, UA, etc), o processo de reembolso se faz inteiramente no BSPlink com a emissão de um vMPD de crédito para o pagador.

Postar um comentário

CADASTRE SEU EMAIL E SEJA AVISADO SOBRE NOVAS POSTAGENS 

ÍNDICE DO BLOG