Douglas Wires, nasceu em 1971, é casado e mora atualmente no Rio de Janeiro, atuando no mercado de turismo desde 1995. Fluente em inglês, é emissor Amadeus e Sabre de passagens aéreas nacionais e internacionais. Trabalhou em empresas como: VARIG, OCEANAIR e CARLSON WAGONLIT, adquirindo sólidos conhecimentos e experiência em cálculos de tarifas aéreas, supervisão de reservas e negociação de serviços de viagens.

BALANCED SCORECARD NO TURISMO

Certo dia, um diretor desocupado de uma grande agência de viagem, teve um sonho para mostrar trabalho e garantir o seu emprego por mais alguns anos.


Estressado pelas murmurações de funcionários desmotivados que achavam que os critérios de premiações individuais da empresa eram vagos e sem consistência e  pressionado pelo dono da empresa que exigia uma forma de melhor avaliação dos serviços e maiores lucros nos relatórios...



...O CEO decidiu implantar um novo plano de administração, dividindo a empresa em 12 pequenas agências de viagens responsáveis pelo gerenciamento dos seus próprios resultados de lucros, prejuízos  e despesas.



Mas  faltava determinar os critérios de avaliação e por mais que ele fosse o CEO da agência, ele não era expert suficiente para saber as necessidades e problemas de cada área. Ainda mais se tratando de equipes com perfis de trabalhos diferenciados.


Com uma visão de maior alcance do que a visão 360 graus de EIKE BATISTA...


...O CEO implantou o seu plano de ação com  o BALANCED SCORECARD para administrar os relatórios de desempenho de cada uma das equipes.


Para isso, ele se apoiou na análise dos relatórios gerados pelas ferramentas de trabalho que a empresa utilizava.


Então, o CEO convocou uma reunião com os líderes de cada departamento para apontar os critérios que fariam parte no relatório do BALANCED  SCORECARD.


Após a definição dos 4 chaves do BALANCED SCORECARD, os líderes começaram a listar os critérios de avaliação em cada uma delas.


Dessa forma, o CEO delegou novas responsabilidades para direcionar os líderes de cada departamento a cumprirem as novas metas da empresa.


O CEO também sabia que sem a participação de todos ele não conseguiria sucesso na implantação do BALANCED SCORECARD e por isso criou dois prêmios semestrais para as equipes que melhor contribuíssem para o crescimento da empresa, diminuição de custos e redução de problemas.


E assim foi feito as planilhas do BALANCED SCORECARD: uma de livre acesso para todas as equipes e líderes de departamento, e outra, de acesso somente para a diretoria devido conter dados sigilosos da empresa.


"Assista no vídeo abaixo a apresentação completa em POWER POINT incluindo o detalhamento da mecânica da aplicação das planilhas acima no BALANCED SCORECARD."




Foi um golpe de mestre a idéia do CEO!


Postar um comentário

CADASTRE SEU EMAIL E SEJA AVISADO SOBRE NOVAS POSTAGENS 

ÍNDICE DO BLOG